Image by Marcel Langthim from Pixabay

Bateram no seu carro e não foi possível o acordo? Será necessária uma ação judicial e, obviamente, isso não é segredo.
Mas, além da prova do acidente, será necessário comprovar o valor para a reparação do dano. Neste ponto, NÃO É INDISPENSÁVEL OBTER 3 ORÇAMENTOS, embora seja RECOMENDÁVEL para, sobretudo, viabilizar o convencimento do juiz, desde que as propostas não sejam díspares entre si.

Mas, se não for possível as 3, basta apresentar 1 PROPOSTA, pois o único orçamento que, realmente demonstre a compatibilidade dos custos com a extensão do dano, valerá como prova hígida à comprovação do Direito.

É claro que o ÚNICO orçamento poderá ser impugnado pelo Réu, que terá muito trabalho para enfraquecer sua prova que retrate a realidade.

Nesse sentido, vejam os Acórdãos do TJDFT nº 1197207 e 1219640.

2 Comentários

  1. Super interessante, há 5 anos atrás bateram no meu carro e a pessoa sem nenhuma razão veio com agressividade fugindo do local, a minha sorte é que consegui tirar foto da placa e da carteira de motorista antes do condutor ERRADO partir pra cima de mim querendo me agredir e fugir do local.

    • Felipe, realmente uma situação desagradável. Em situações como tais, melhor fotografar a placa e a cena do acidente, evitando o conflito verbal e físico a todo custo. Também é interessante anotar o telefone de eventuais testemunhas do acidente e da tentativa de agressão. Depois, resta o caminho tortuoso da Justiça. E você me deu uma ideia de um novo artigo: e quando a pessoa exige que os reparos sejam feitos obrigatoriamente em Concessionárias, o que fazer? Aguarde. Abraços.

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *